7 dicas infalíveis para fazer Ovo de Páscoa

Categorias: Dicas , Galeria

7 dicas infalíveis para fazer ovos de páscoa

Olá pessoal, tudo bem? Hoje resolvi fazer um post um pouquinho diferente do que vocês já estão acostumados, é um post com 7 dicas infalíveis para você conseguir fazer seus ovos de Páscoa em casa sem erros ou maiores problemas e ainda conseguir tirar um dinheirinho extra na Páscoa. Gostou? Quer fazer ovos de páscoa em casa? É só continuar lendo então…

Dica 1: Derretendo o chocolate…

O primeiro passo para iniciar a produção de ovos de páscoa é o derretimento do chocolate que pode ser feito de duas maneiras:

  • Microondas: leve a quantidade desejada de chocolate ao microondas, parando para mexer a cada 30 segundos, até que todo o chocolate esteja derretido
  • Banho maria: coloque água em uma panela e desligue o fogo assim que a água ferver. Quando a água tiver fervido, coloque o recipiente com o chocolate encima da panela com a água quente (o recipiente com o chocolate não deve ter contato com a água) e então mexa o chocolate até que todo o chocolate esteja derretido

Eu particularmente acho muito mais fácil e prático derreter o chocolate no microondas, mas aí vai de cada um mesmo o que acha melhor.
Você deve tomar cuidado para que o chocolate não queime, pois se queimar você não conseguirá aproveitar mais o chocolate.
Ah, quando você derreter o chocolate, caso tenha um termômetro e queira medir a temperatura, a temperatura correta que o chocolate deve estar é em torno de 45ºC.

Dica 2: Temperando o chocolate

O próximo passo após ter derretido o chocolate é fazer o processo de temperagem do chocolate. Calma que vou explicar o que é isso… Temperar o chocolate nada mais é do que dar choque térmico no chocolate, fazendo com que ele esfrie ao entrar em contato com uma superfície fria. Nessa etapa, após ter realizado a temperagem, o chocolate deve atingir uma temperatura entre 26ºC e 29ºC.
Existem três maneiras possíveis de realizar esse procedimento, que são:

  • Temperagem na pedra de mármore ou granito: a técnica consiste em despejar o chocolate derretido na pedra de mármore ou granito limpa e seca e então fazer movimentos de espalhar e recolher o chocolate, até que o chocolate engrosse um pouco e atinja a temperatura entre 26ºC e 29ºC. Ah, vale lembrar aqui que não é possível realizar a temperagem em outros tipos de materiais, como por exemplo, na pia de inox, pois o inox não tem a temperatura ideal para dar o choque térmico e você corre o risco de seu chocolate desandar.
  • Temperagem em água a temperatura ambiente: esta técnica consiste em colocar o recipiente com o chocolate derretido dentro de um pote com água a temperatura ambiente (não deve colocar gelo pois o choque térmico pode não ocorrer da maneira adequada e o chocolate irá desandar), e então mexer o chocolate até que ele atinja a temperatura entre 26ºC e 29ºC e você perceba que ele está mais grosso.
  • Temperagem usando chocolate em barra e chocolate derretido: nesta técnica, você utiliza 2/3 de chocolate derretido e 1/3 de chocolate em barra e mistura ambos até que tudo esteja derretido. Exemplificando: se você quiser temperar 300 g de chocolate, então você deve derreter 200 g do chocolate e então adicionar 100 g do chocolate em barra (não derretido) e misturar até que todo o chocolate esteja derretido. Pronto, o choque térmico foi dado e a temperagem foi feita.

Apesar de você ter 3 opções de como temperar o chocolate, a mais indicada é a temperagem feita em pedra de mármore ou granito, pois essa técnica é a que deixa o chocolate mais consistente e com mais brilho, não correndo o risco dele derreter antes do tempo.

Dica 3: Nunca é tarde para recomeçar…

O que eu quero dizer com “nunca é tarde para recomeçar”? Quero dizer que se o processo de temperagem der errado (ou seja, você perceber que os seus bombons ou ovos de páscoa estão moles e derretendo e não estão com brilho e consistência adequada), você pode pegar esse chocolate que deu “errado” e começar todo o processo de novo, isto é, derreter e temperar de novo. Quando se trata de chocolate, você só não consegue reaproveitar se você deixar queimar o chocolate, porque aí não tem mais jeito, infelizmente :(.

Dica 4: Quanto cobrar os Ovos de Páscoa

A conta que você deve fazer é bem simples: você deve pegar com base 1 kg de ovo de páscoa e então fazer a seguinte conta:

-Custo de 1 kg de chocolate (por exemplo: R$ 25,00)

-Custo da embalagem (papel chumbo, papel para embrulhar e copinho de base): exemplo: R$5,00

Custo total de material: R$ 30,00 para 1 kg de ovo produzido

Então você pega esse valor total do custo de material e multiplica por 3 (x3), para obter o preço do kg de ovo de páscoa: 3 x R$ 30,00 = R$ 90,00 (kg do ovo de páscoa)

E então, a partir do preço de 1 kg de ovo de páscoa, você consegue fazer o preço para os demais pesos de ovos de páscoa:

500 g: R$45,00

350 g: R$31,50

250 g: R$ 22,50

150 g: R$13,50

100 g: R$ 9,00

A explicação de porque multiplicar o valor por 3 é a seguinte:

1 parte do valor para custear a compra da matéria-prima

1 parte do valor para custear os gastos gerais (energia, luz, água, telefone, gasolina, etc)

1 parte do valor de lucro

Ah, vale lembrar que se você fizer o chocolate crocante (com flocos de arroz, castanhas, amendoim, etc), você deve incluir o gasto com estes ingredientes no valor do custo total do material. A proporção que eu geralmente uso e acho adequada é para cada 1 kg de chocolate colocar 300 g do ingrediente crocante.

Dica 5: Prazo de validade dos Ovos de páscoa

Uma dúvida muito comum é conseguir saber o prazo de validade dos ovos de páscoa caseiros, então vamos lá para alguns prazos de validade (esses prazos de validade se referem ao produto guardado fora da geladeira):

-Ovo de páscoa simples (chocolate ao leite, chocolate meio amargo, chocolate branco): 6 meses de validade, se forem bem embrulhados (deve embrulhar de modo que nenhuma parte do chocolate fique descoberta)

-Trufas com recheios que use Creme de leite: 5 dias após a produção

-Trufas com recheio que use Leite Condensado Cru (que não foi cozido): 5 dias após a produção

-Outros tipos de trufas (recheio com leite condensado cozido, por exemplo prestígio, brigadeiro): 10 dias após a produção

-Ovo de páscoa recheado: 5 ou 10 dias (depende do tipo de recheio, se for com creme de leite ou leite condensado cru são 5 dias se for com leite condensado cozido são 10 dias após a produção)

Dica 6: O que fazer quando está muito calor?

Esse é um dos maiores problemas de se fazer chocolate, pois é só fazer um pouquinho mais de calor que o chocolate começa a derreter e ficar mole. Você pode amenizar esse problema se optar pela produção de ovos de páscoa com chocolate meio amargo, uma vez que ele é mais resistente ao calor e derrete com menos facilidade quando comparado ao chocolate ao leite. Uma outra alternativa é fazer o chocolate blend, que nada mais é do que a mistura do chocolate ao leite com o chocolate meio amargo (eu costumo utilizar a proporção 1 para 1, ou seja, 1 parte de chocolate ao leite para 1 parte de chocolate meio amargo). Para preparar esse chocolate, basta derreter separadamente os dois tipos de chocolate (ao leite e amargo) e então misturá-los e prosseguir com o procedimento de temperar o chocolate.

Dica 7: Peso dos ovos de páscoa

Quando você compra a forma para fazer os ovos de páscoa, nela vem marcado o peso final do ovo de páscoa, por exemplo, 250 g. O que acontece é que o peso final do ovo de páscoa nunca fica com o peso exato descrito na embalagem da forma. Falo isso por experiência própria, fiz um ovo utilizando a forma de 250 g e o peso final de metade da casca do ovo ficou em 100 g e o peso final do ovo ficou em torno de 200 g. A questão é, como você vai vender um ovo de páscoa de 250 g se ele está pesando apenas 200g? A grande sacada é você completar o peso do ovo de páscoa com bombons, para dar os exatos 250g. Por falar em bombons, você deve colocar o bombom do mesmo tipo de chocolate da casca do ovo de páscoa (por exemplo, se o cliente pediu ovo de páscoa de chocolate ao leite crocante, você deve colocar bombons de chocolate ao leite crocantes).

Bom pessoal, espero que tenham gostado desse Especial de Páscoa com as Dicas Infalíveis para fazer ovos de páscoa. Comentem aqui se vocês gostam desse formato de post, trazendo dicas. Um beijo e até os próximos posts! 😛


maria da piedade gomes da silva

gostaria de saber que quando fazemos o chocolate em forma de 100g quando montamos o ovo somamos as parte ou ela passa se uma só as mesma 100g.

    flaviafv

    Olá Maria, quando fazemos o ovo em uma forma de 100 g, quando montarmos o ovo ele terá como peso total 100 g, ou seja, cada parte do ovo (ou casca , como preferir) terá peso de 50 g. O peso informado na forma de ovo indica o peso final do ovo montado, com as duas partes. Espero ter ajudado. Se tiver mais dúvidas pode perguntar 😉

Deixe o seu comentário: